Pequena Biografia e Cronologia de suas Obras

Lista compilada por D. Romano Rézék, O.S.B.

  • 1875 – Emmanuel Teilhard de Chardin casa-se com Berthe-Adèle de Dompierre d’Hornoy.
  • 1881, 1ºde maio – Nascimento de Marie Joseph Pierre Teilhard de Chardin, sobrinho-neto de Voltaire por parte de mãe, em Sarcenat, França – O pai era fazendeiro e colecionava pedras, o que o levou cedo ao interesse pela Geologia.
  • 1897 – Bacharelato em Filosofia
  • 1898 – Bacharelato em Matemática
  • 1899 – Entrada para o noviciado dos Jesuitas – Aix-en-Provence
  • 1902 – Licenciado em Letras – Caen
  • 1904 – Partida para o Egito – 3 anos de Magistério, excursões geológicas
  • 1909 – Teologado em Hastings, Inglaterra, excursões geológicas
  • 1911 – Ordenação sacerdotal – Hastings
  • 1912 – Começa um estágio no Museu Nacional de História Natural com Marcellin Boule – Paris
  • 1913 – Excursões científicas com Abbé Breuil, Obermeier e G. Boussac
  • 1914 – Começa seu terceiro ano de Teologia – Canterbury, Inglaterra
  • 1914 – Mobilizado pela Guerra para a 13ª Seção de enfermeiros – Clermont-Ferrand
  • 1915 – Maqueiro de 2ª classe no 8º regimento de atiradores marroquinos Até essa data, só existem anotações de suas pesquisas científicas. A partir de 1916, Teilhard começa a redação de suas obras mais importantes. A primeira redação importante são os “Escritos de guerra.”
  • 1916 – Ele termina “A vida Cósmica” e escreve “Três contos como Benson”
  • 1917 – durante a Guerra – “O Meio Místico”
  • 1918 – (na guerra) – “A Grande Mônada” e “Meu Universo”
  • 1918 – Votos solenes – Sainte-Foy-les-Lyon
  • 1918 – (na guerra) – “O Padre” e “A Fé que Opera”
  • 1919 – “Nota para servir à Evangelização dos novos tempos”
  • 1919 – Certificado de Geologia – Paris
  • 1919 – “A Potência Espiritual da Matéria” – Jersey
  • 1919 – Certificado de Botânica – Paris
  • 1920 – Certificado de Zoologia – Paris – Prepara sua tese. Mestre de conferências de Geologia no Instituto Católico – Paris
  • 1920 – Escavações perto de Reims
  • 1920 – “Nota sobre o Progresso” – Paris
  • 1921 – “Ciência e Cristo – Paris
  • 1922 – Sustenta sua tese de Doutorado ès Ciências – Paris – “Os Mamíferos do Eoceno Inferior Francês” Professor adjunto de Geologia no Insituto Católico – Paris
  • 1923 – Parte para a China, pelo Suez, Ceilão, Sumatra, Hong-Kong e Shanghai
  • 1923 – Encontra-se com o Pe. Licent – Tientsin Primeira viagem com Licent – Ordos
  • 1923 – A Missa sobre o Mundo – Ordos
  • 1923 – “A Missa sobre o Mundo” – Tientsin
  • 1924 – Visita à Missão de Sienhsien, Chihli
  • 1924 – “Meu Universo” – Tientsin – Viagem com o Pe. Licent – Mongólia Oriental
  • 1924 – Volta para a França por mar, Shanghai-Paris
  • 1924 – Retoma seu Curso no Instituto Católico – Paris Retiro para os estudantes das grandes escolas – Paris
  • 1925 – O exílio lhe é imposto, parte para a China – Viagens – Shansi
  • 1925 – Redige seu tratado de espiritualidade “O Meio Divino” – Tientsin
  • 1927 – Viagem com Pe. Licent – Dalaï-Nor
  • 1927 – Volta à França – “O Fenômeno Humano” (estudo)
  • 1928 – Com a família e com amigos em Le Chambon – Auvergne
  • 1928 – Viagem com H. de Monfreid e Pe. Lamare, geólogo – Somália e Abissínia
  • 1929 – Volta à China, por Djibouti e Ceilão – “O Sentido Humano”
  • 1929 – Tientsin
  • 1929 – Aceita a Supervisão do Serviço Geológico – Pekim
  • 1929 – Viagens – Mandchuria, Dalaï-Nor, Shansi
  • 1929 – Chou-Kou-Tien – Relatório sobre os depósitos fossilíferos de Chou-Kou-Tien
  • 1929 – Com W.C. Pei, encarregado de trabalhos em Chou-Kou-Tien, descobre o primeiro crânio de Sinantropos.
  • 1930 – “O Fenômeno Humano” (2º estudo) – Tientsin
  • 1930 – Viagens em Shensi, Shansi, Pekim – “O Sinantropos Pekinensis”
  • 1930 – Viagens em Mongólia, deserto de Gobi, Pekim
  • 1930 – Volta à França – Paris – Conferência para o grupo M. Légaut – Chaudefaud, França
  • 1931 – Viagem para os Estados Unidos – Nova York, para preparar a Missão Citroën – Chicago
  • 1931 – Volta à China por San Francisco, Hawaï e Japão
  • 1931 – Assiste à partida Citroën – Pekim – “O Sinantropos de Pekim” Assiste à partida do Cruzeiro Amarelo, Kalgan, deserto de Gobi, Gobi Negro, Vale do Etsin-Gol, Khamsi, Urumchi, Aksu, Bazaklik, Deserto de Gobi, Liangchow (Kansu) – “O Espírito da Terra”.
  • 1932 – Morte de Emmanuel Teilhard de Chardin, seu pai
  • 1932 – Volta do Cruzeiro Amarelo – Pekim – Viagem a Shansi
  • 1932 – Volta à França por 4 meses – Paris
  • 1932 – Volta à Inglaterra – Londres
  • 1933 – Conferência sobre o sofrimento na União Católica – Paris
  • 1933 – Quinta partida para a China – Pekim – “O significado do sofrimento”
  • 1933 – Congresso – Washington, Nova York
  • 1933 – Excursões em California, Nevada, Grand Canyon
  • 1933 – Volta à China pelo Pacífico – Pekim
  • 1934 – Viagens por Honan, M.Tsinling, Yang-Tze, Pekim – “Como eu creio”
  • 1935 – Viagens ao Sul da China
  • 1935 – Visita do Abbé Breuil – Pekim
  • 1935 – Volta à França – Paris
  • 1935 – Partida para a Índia – Mar Vermelho – “A Descoberta do Passado” – Alí encontra de novo seu amigo Helmut De Terra – Cashmir
  • 1935 – Viagens – Java, Bandung
  • 1936 – Volta à China por Hong-Kong e Shangai – Pekim
  • 1936 – Morte de Berthe-Adèle Teilhard de Chardin, sua mãe
  • 1936 – Pekim – “Esbôço de um Universo Pessoal”
  • 1936 – Viagens – Shantung, Tientsin, Pekim – “Salvemos a Humanidade”
  • 1937 – Viagem aos Estados Unidos pelo Pacífico – “O Fenômeno Espiritual”
  • 1937 – No Congresso de Filadelfia
  • 1937 – Volta pelo Atlântico – Nova York
  • 1937 – Chegada na França – Paris
  • 1937 – Na propriedade de seu irmão Joseph – Les Moulins, Neuville
  • 1937 – Partida para a China – Tientsin – “A Energia Humana”
  • 1938 – Viagens – Birmânia, Java, Pekim
  • 1938 – Ele começa “O Fenômeno Humano” (livro)
  • 1938 – Partida para os Estados Unidos – Vancouver, Nova York
  • 1938 – Volta à França pelo Atlântico – Paris – “Hereditariedade Social e Educação”
  • 1939 – Viagem à Inglaterra – Londres
  • 1939 – Volta à China pelos Estados Unidos, Nova York, Chicago, Vancouver e chegada à China, onde ficará até 1946 – Pekim – “A Mística da Ciência”
  • 1939 – “A Hora de Escolher”
  • 1940 – Com o Pe. Pierre Leroy, Teilhard cria o Instituto de Geobiologia – Pekim – e termina “O Fenômeno Humano”.
  • 1940 – “A Granitização da China”
  • 1940 – “A Palavra Esperada”
  • 1941 – Conferência na Embaixada da França, Pekim – “Reflexões sobre o Progresso”
  • 1941 – Pekim – “O Homem Primitivo na China”
  • 1942 – Pekim – “O Cristo Evolutor”
  • 1942 – Pekim – Trabalho sobre a Complexidade-Consciência – “O Lugar do Homem no Universo”
  • 1942 – Viagem a Shangai
  • 1943 – Pekim – Fundada com o Pe. Pierre Leroy a Revista Geobiologia – “Super-Humanidade, Super-Cristo, Super-Caridade”
  • 1943 – Pekim – “Reflexões sobre a Felicidade”
  • 1944 – Pekim – em colaboração com W.C.Pei – “A Neolítica da China”
  • 1944 – Pekim – “A Centrologia”
  • 1945 – Pekim – “Vida e Planetas”
  • 1945 – Pekim – “Ação e Ativação”
  • 1946 – França – Numerosas atividades, conferências – Paris
  • 1946 – Paris – “Relexões sobre a ressonância espiritual da bomba atômica”
  • 1946 – Paris – “Esbôço de uma Dialética do Espírito”
  • 1947 – Paris – “Mercado Espiritual do Extremo Oriente”
  • 1947 – Paris – “Colóquio de Paleontologia e Genética”
  • 1947 – Paris – Enfarte, convalescença na Casa das Irmãs Agostinas – Saint-Germain-en-Laye – “Salto Humano da Evolução”
  • 1948 – Sexta viagem aos Estados Unidos – Nova York
  • 1948 – Volta à França – Paris
  • 1948 – Na propriedade de seu irmão Joseph – Les Moulins, Neuville – “Como eu vejo”
  • 1948 – Conferência – Versailles : “O Neo-humanismo Moderno”
  • 1948 – Roma – Viagem para fazer aprovar a publicação esperada do Fenômeno Humano, do Meio Divino, e sua candidatura ao Collège de France
  • 1948 – Volta à França, após a recusa – Paris
  • 1949 – Paris – Conferência na Sorbonne – “O Grupo Zoológico Humano”
  • 1949 – Paris – Pleurisia – Convalescença na casa das Irmãs Agostinas – Saint-Germain-en-Laye
  • 1949 – Paris – “Uma Nova Questão de Galileu”
  • 1949 – Paris – Termina “O Lugar do Homem na Natureza”
  • 1949 – Les Moulins – propriedade de seu irmão Joseph
  • 1949 – Paris – “A Visão do Passado” e Prefácio para o livro “Energia Espiritual do Sofrimento”
  • 1949 – Paris – Congresso Internacional de Filosofia das Ciências
  • 1949 – Paris – “Reflexões sobre o Ultra-Humano”
  • 1950 – Paris – Eleito membro não-residente da Academia de Ciências (Institut de France) – “O Fenômeno Cristão”
  • 1950 – Les Moulins – Estadia com seu irmão Joseph – “O Coração da Matéria”
  • 1950 – Visita e conferências na Bélgica, Lièges e Bruxelas
  • 1950 – Paris – “O Gôsto de Viver”
  • 1951 – Paris – “Do Cosmos à Cosmogênese”
  • 1951 – Partida para a África do Sul, via Londres – “A Biologia, completamente a fundo”
  • 1951 – Capetown – “A Convergência do Universo”
  • 1951 – Visita os locais de Australopitecos : Johannesburg, Pretória, Kimberley, Vale dos Corações Secos, Durban
  • 1951 – Volta aos Estados Unidos por Buenos Ayres e Rio de Janeiro
  • 1951 – Segundo exílio. Aceita um escritório oferecido pelo Dr. Fejös na Fundação Wenner-Gren – Nova York
  • 1951 – Nova York – “Um Problema Maior para a Antropologia”
  • 1952 – Nova York – “A Reflexão da Energia”
  • 1952 – Atravessa os Estados Unidos : Chicago, Montanhas Rochosas, Califórnia, Montana, Nova York
  • 1952 – Nova York – “O que o Mundo espera da Igreja de Deus”
  • 1953 – Nova York – “Sobre a Compressão Humana”
  • 1953 – Berkeley – “Olhando um ciclotron”
  • 1953 – Nova York – “A Energia da Evolução”
  • 1953 – Nova York – “A Multiplicidade dos Mundos Habitados”
  • 1953 – Segunda viagem à África do Sul – “O Estofo do Universo”
  • 1953 – Visita os locais de Australopitecos : Capetown, Johannesgurg, Pretória
  • 1953 – Viaja de avião para a Rodésia do Norte e do Sul
  • 1953 – Volta aos Estados Unidos pelo Rio de Janeiro e Trinidad sob o Equador – “O Deus da Evolução”
  • 1953 – Nova York – “A Ativação da Energia Humana”
  • 1954 – Nova York – “As Singularidades da Espécie Humana”
  • 1954 – Estadia na França – Paris
  • 1954 – Paris – Conferência sobre a África do Sul e as origens humanas
  • 1954 – Visita, com o Pe. Leroy, as grutas de Lascaux
  • 1954 – Última breve passagem em Sarcenat, onde encontra a casa natal
  • 1954 – Paris
  • 1954 – Volta aos Estados Unidos – Nova York – “A África e as Origens Humanas”
  • 1955 – Nova York – “A Barreira da Morte”
  • 1955 – Nova York – “O Crístico”
  • 1955 – Nova York – “Pesquisa, Trabalho, Adoração”
  • 1955 – Nova York – Pierre Teilhard de Chardin morre, no Domingo de Páscoa, em 10 de maio, tendo manifestado antes, a alguns amigos íntimos, o seu desejo de morrer no dia da Ressurreição.

Sua Obra só foi publicada após a sua morte, e “O Fenômeno Humano”,sua obra mais importante, foi publicado em 1957.

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: