Grupos de Leitura Teilhard de Chardin

Os Grupos de Leitura Teilhard de Chardin, hoje espalhados pelo mundo, foram criados na sequência da constituição da “Fondation Teilhard de Chardin” (Paris) e da Association des Amis de Teilhard de Chardin, que ocorreu alguns anos após a morte do pensador (1955). A publicação da sua obra iniciou-se neste mesmo ano, ainda com algumas resistências por parte da Igreja, mas a abertura que culminou no Concílio Vaticano II, tornou possível o mundo vir a conhecer a riqueza do pensamento deste cientista, filósofo e místico, considerado por muitos como o grande profeta do século XX.

O jesuíta Pierre Teilhard de Chardin, paleontólogo e geólogo, nasceu em Clermont-Férrand (Auvergne-França) em 1881 e morreu em Nova Iorque em 1955. A sua vida, tanto como grande cientista em comunhão com o Mundo, quanto como grande místico em comunhão com Cristo, foi iluminada pela descoberta da evolução do universo e desenrolou-se num esforço constante de unificação destes dois pólos. A sua cosmovisão leva-o a enunciar a lei da complexidade/consciência, segundo a qual a evolução do Mundo se realiza na rota de uma cada vez mais intensa espiritualização até ao surgimento da Humanidade, ela mesma a forma mais elevada da complexidade do espírito. Assim, a Humanidade constitui a flecha duma evolução que converge para um ponto de plenitude espiritual, a que ele chama Ponto Ómega, daí resultando uma espiritualidade vigorosa, que ilumina o quotidiano, crê no futuro e dá o gosto pela vida.

Os Grupos de Leitura têm sido, por excelência, lugares de sementeira e enraizamento da espiritualidade de Teilhard de Chardin, olhado como um mestre espiritual de que o nosso tempo tem necessidade para compreender, acolher e servir este mundo, novo e angustiante certamente, mas também apaixonante e atraente, nascendo e crescendo todos os dias tão vertiginosamente sob os nossos olhos. A frequência partilhada deste pensamento, tanto na sua vertente científica como na espiritual, constitui um estímulo ao gosto pela vida porque leva à descoberta das justificações para esse gosto. É o coração e a razão reconciliados pelo apelo urgente da Terra a unir-se para crescer.

Crentes e não crentes interessam-se pelo pensamento de Teilhard de Chardin e incorporam Grupos de Leitura indiferenciadamente. A leitura de Teilhard, talvez difícil de início, não exige conhecimentos científicos profundos, mas requer uma aprendizagem que rapidamente desemboca numa aventura intelectual e espiritual fecunda:

Ler Teilhard interpela, universaliza e exorta à procura. Esta leitura desperta a nossa sensibilidade para as forças cósmicas que brotam da cosmogénese.

Ajuda a compreender e a acolher com alegria o processo de globalização em curso. Educa a descobrir e valorizar os lados positivos – germes de futuro – dos seres e dos acontecimentos, o que conduz à boa-vontade e a uma orientação positiva da ação.

Faz-nos descobrir a alma dos seres na exaltação da singularidade dos seus laços com o Todo.

Desenvolve o sentimento de pertença íntima ao corpo vivo do Universo e liberta do totalitarismo do Ego.

Estimula ao empenhamento na ação, ao gosto pela vida e incita a sermos melhores, não numa atitude individualista mas para melhor nos inscrevermos no esforço de Crescimento do mundo.

Na sua vertente espiritual, o pensamento de Teilhard de Chardin enraíza-se em São Paulo e em São João, o Teólogo (Evangelista), para de seguida reconhecer a figura cósmica do próprio Cristo da Encarnação na hipótese científica da existência dum motor de atracção Ómega para a evolução. Para os que são cristãos, o pensamento de Teilhard de Chardin dá relevo, sentido e calor à Encarnação de Cristo. «Deus amou de tal maneira o Mundo …» que encarnou nele a fim de o elevar até Si! Cosmogênese = Cristogênese! O Deus do Amor é, assim, na sua Encarnação, um Deus sofrendo as desarmonias do mundo, e o seu corpo, longe ainda do seu acabamento mas ao qual ele dá já um sentido, abre-se na esperança e no desejo de contribuir para o esforço de ‘amorização ‘ da Terra.

Formação de grupos

Os grupos terão 10-12 pessoas cada, de preferência contando entre si alguém que esteja já algo familiarizado com o pensamento de Teilhard de Chardin. Poderão reunir duas a três vezes por trimestre, durante umas duas horas de cada vez. Em cada reunião é escolhida uma leitura de textos de Teilhard de Chardin para a reunião seguinte, durante a qual ocorrerá o diálogo aberto entre os participantes acerca dos conteúdos previamente lidos e reflectidos por cada um.

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: